Painel 2

O Clube, os Sócios e os Adeptos

Nuno Sousa – Sócio nº 9.575-0

Comissão Eleitoral

Introdução

Parece evidente que a questão do código numérico presente no boletim é causador de discussão e efervescência nos Sócios do Sporting. O PMAG refere, que o código apenas serve para evitar a adulteração dos boletins de voto.

Assim sendo, é necessário criar uma comissão eleitoral com Sócios eleitos em AG para garantir em conjunto com os Serviços do Clube a inviolabilidade e anonimato do processo eleitoral, coisa que tem sido posta em causa desde a Assembleia Geral de 23 de junho de 2018 pela existência do referido código diferenciado em cada boletim. Parte da solução é a adoção do sistema de voto eletrónico por internet, mas outra parte tem de ser assegurada por uma fiscalização feita pelos Sócios através de uma Comissão Eleitoral.

Por todo o mundo há cada vez mais desconfiança sobre os métodos eleitorais tradicionais, nomeadamente quanto à supressão de voto. No entanto, continuam a ser os mais usados. Também se tem assistido a uma participação em atos eleitorais cada vez mais baixa, principalmente e de forma significativa desde os anos 90. Curiosamente, ou não, a década em que a revolução digital começou. As razões são conhecidas, o difícil acesso aos locais de voto, com cerca de 33% dos abstencionistas a dizer que a razão principal para não votar, é que não conseguiam, no dia das eleições deslocarem-se à secção de voto, mas também e muito importante é a falta de confiança no “Sistema”.

As recomendações abaixo pretendem clarificar e dar mais transparência ao processo Eleitoral.

Recomendação 1

Criar-se uma Comissão Eleitoral que acompanhe o processo de aceitação das candidaturas e que após a aceitação das mesmas passe a conter um representante de cada uma das candidaturas de forma a assegurar a transparência.

Recomendação 2

Se algum membro da Comissão Eleitoral por inerência, for candidato em alguma das listas deve renunciar imediatamente ao cargo.

Recomendação 3

A comissão eleitoral deve ser constituída por x elementos eleitos em AG, Y por cargos de inerência, z por representantes das listas.

Recomendação 4

Os cadernos eleitorais devem ser fechados 24 horas antes do início da eleição, não sendo permitidas quaisquer adições à mesma. A lista será entregue a cada um dos representantes da comissão eleitoral.

Recomendação 5

A cada elemento da Comissão eleitoral será dada uma chave, pela empresa prestadora do serviço de i-vote, para desencriptar os resultados do processo eleitoral. O mesmo só será possível ser revelado na presença de todas as chaves.