Painel 4

Sustenbilidade Financeira e Marca

João Guilherme – Sócio nº 104.480-0

Por um Clube/SAD sustentável e com futuro

Introdução

O Sporting tem de se caracterizar por um clube onde todos os associados e apoiantes participem e contribuam para a glória deste. Porém, ao contrário do que tem acontecido nos últimos anos, todos nós, se calhar mal, temos tido como objetivo o resultado imediato. Queremos o sucesso a qualquer custo. É certo que o objetivo será sempre vencer. Mas não ao ponto de abalar, de vez, a sustentabilidade do Clube.

Ultimamente, os Sportinguistas estão “capturados” pelo resultado imediato, o que pode hipotecar, de vez, o futuro deste grande Clube. Julgo ser urgente que todos nós assumamos que não podemos hipotecar o futuro do Clube a um desejo imediato de um objetivo, qual seja a quimera de um título.

Se continuarmos nesta linha, sem pensar e assumir que o futuro só se constrói assente num projeto sustentável em que os custos, não podem ultrapassar os proveitos, é seguro que estamos a cavar a morte do nosso Clube. É urgente que este paradigma de constante gasto de recursos, que são finitos, em ativos de duvidosa qualidade, se altere, de forma a darmos esperanças a um Clube com futuro e sustentável.

E para além de um novo paradigma é urgente comunicar cada vez mais com verdade e eficazmente com os sócios.

Recomendação 1 - Aumento Receitas – Publicidade

Para que o Sporting seja sustentável no curto/médio prazo é necessário que encontre outras vias de receita. Tendo em conta que a marca Sporting é uma marca reconhecida no mercado é essencial tirar vantagem desse facto e para tal apontamos a um trabalho incessante de encontrar proveitos, nomeadamente, tentando contratualizar publicidade e sponsors para o “naming” das bancadas do estádio Alvalade XXI e o Pavilhão João Rocha.

Recomendação 2 - Contenção de Custos – Sustentabilidade

A fim de acompanhar o que tem sido feito um pouco por todo o mundo, é necessário que o Sporting incuta na organização um forte espírito de sustentabilidade que se traduza na redução, drástica, de gastos, nomeadamente, a não impressão de emails, e de todo um conjunto de documentos (da loja verde, bilheteira, balcão de apoio ao sócio, etc.) utilizando o digital e a via da app ou email.

Recomendação 3 - Aumento Receitas – Merchandising

Necessidade de criar uma rede mundial de merchandising alicerçada num estudo sobre possíveis futuras localizações de lojas verde, quiosques e retalhistas que funcione em simultaneidade com o site e app do Clube, de forma a possibilitar a aquisição pela diáspora sportinguista.

Recomendação 4 - Sustentabilidade económica e financeira

É fundamental que os Sportinguistas, antes de mais e de tudo, interiorizem que é prioritário que a SAD e o CLUBE apresentem, de forma sustentada e continuada, resultados líquidos positivos. Para tal, é necessário que se perpetue uma política assente na redução de gastos (por exemplo, a redução drástica dos gastos com transações de jogadores de duvidosa qualidade e uma firme política de pagamento de comissões), aumento imperativo de inserção de jovens, anualmente, na equipe principal. O objetivo primário deve estar assente na imediata diminuição da dívida financeira do Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD, uma vez que esta ascende, à data do R&C de 18/19, a aproximadamente 150M de Euros [Passivo Corrente e Não-Corrente]. A este montante poderemos ter de acrescer, no futuro, o valor de 73M de Euros. Caso o Sporting Clube de Portugal entre em “default”, dado que a Sporting SAD é solidária na liquidação da dívida. Por estas razões é essencial diminuir alavancagem e acabar com a dependência através do endividamento. Só assim poderemos investir de forma consistente e gradual.

Recomendação 5 - Medida defensiva para o futuro da marca

É fundamental que o SPORTING e a SAD façam o caminho “das perdas” e que os Sportinguistas interiorizem que tão ou mais importante que a conquista de um título, é fundamental alterar a política de gastos, de forma a que estas instituições, sustentadamente, apresentem resultados operacionais positivos. Se objetivarmos estes princípios como prioritários estaremos mais perto de vencer.